Caldeiras de água sobreaquecida

ASPM

Biomassa

A caldeira ASPM é uma caldeira de água quente, horizontal, com tubos de três percursos de fumos e câmara de combustão concebida para a combustão da biomassa.

Com produção de 100 kW até 15.000 kW

As suas características principais resumidas são:

Caldeira de água quente e sobreaquecida com tubos na câmara de combustão de parede húmida. É de três percursos de fumos: um na câmara de combustão e outros dois nos tubos. O isolamento térmico realiza-se mediante fibra cerâmica e manta de fibra de vidro, com proteção exterior em chapa de alumínio/aço inoxidável.

Tem uma ampla porta de aceso à câmara de combustão para inspeção e limpeza. Esta porta permite ao pessoal de manutenção o aceso de uma forma fácil e cómoda à câmara de combustão e facilita de forma exponencial as tarefas de manutenção e limpeza. As medidas da porta são de 800x600 mm.

A câmara de combustão é composta por paredes de câmara refrigeradas pela água da caldeira e, fundamentalmente, por um chão que constitui o núcleo onde se produz a combustão por uma grelha móvel de fundição e de entrega colocação de material.

Ao ser uma câmara totalmente refrigerada por água, permite-nos poder controlar a temperatura de combustão do núcleo, ao possibilitar trabalhar a altas temperaturas sem ter problemas de desgaste do refratário devido à temperatura, nem fundição das impurezas contidas no combustível, provocando paragens desnecessárias para manutenção.

Esta grelha é impulsionada através de um ou vários pistões hidráulicos y possui um centro de recolha de cinzas para a sua remoção. Os materiais utilizados para a fundição de inoxidável são de alta qualidade: Fundição de cromo a 27% DIN-14823 GX 40 CR NI SI 27.

Os tubos de suporte da grelha estão refrigerados por água, evitando qualquer problema de aquecimento que costumo ocorrer nas câmaras de combustão “secas” ou nas de betão.

Esta câmara está acoplada por baixo da referida caldeira, estando unidas ambas câmaras de combustão, e está ligada à caldeira através de tubos com re-circulação de água ascendente e descendente por circulação natural.

Na parte traseira da câmara de combustão, os gases a alta temperatura entram no 1º feixe tubular até à porta frontal, onde dão uma volta de 180 ºC e entram no 2º feixe tubular até à caixa de fumos traseira, saindo posteriormente pelo conduto de gases até ao multiciclone/ciclone.

• O design da câmara de combustão, a distribuição e a secção dos tubos de fumos e a experiência de mais de 70 anos contribuem para que a caldeira ASPM consiga uma combustão com poucos resíduos, aumentando o período entre paragens para a sua limpeza.

A caldeira ASPM, está Certificada em conformidade com a Diretiva Europeia 2014/68/UE.

 

 

ASPM - Biomassa ASPM - Biomassa
Contacto

Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y su experiencia mientras visita nuestra web.